Duas visões necessárias

Toda Escritura é divinamente inspirada e útil no trabalho do Espírito Santo de nos conformar a Jesus Cristo, e com todos os santos chegar ao estado de varão perfeito. Assim também é com o texto de Marcos 8.22-26, acerca do cego de Betsaida.

Ali nos parece a princípio que Jesus não foi suficientemente poderoso para fazer um milagre perfeito, e que precisou atuar duas vezes para que o cego pudesse enxergar perfeitamente. Nunca podemos meditar num texto das Escrituras com a mente humana, mas sempre com a mente do Espírito. E quando compreendemos pela mente do Espírito, nossa mente também é transformada. Essa é uma necessidade claramente ensinada nas Escrituras (Rom. 12.2; Ef. 4.23).

O Senhor Jesus Cristo com este milagre nos ensina que todos nós, a princípio, somos cegos espiritualmente dizendo, mortos em nosso espírito sem possibilidade alguma de ver e entender as coisas espirituais. Então por esta passagem passamos a compreender que necessitamos de um milagre após o outro para enxergarmos claramente.

O primeiro milagre que necessitamos do Senhor para podermos ver é Ele crucificado, morto e ressurreto. Jesus disse isto a Nicodemus, quando falou dEle mesmo, como aquela serpente que foi levantada por Moisés no deserto (Jo. 3.14). Temos que olhar para Jesus crucificado, e crer nEle; crer em seu sangue derramado para remissão dos nossos pecados. Crer também que com Ele morremos e ressuscitamos, e que agora nenhuma condenação há para aqueles que estão em Cristo. Esta é a primeira revelação de Jesus e a primeira visão aberta que temos dEle.

Mas esta ainda não é a visão completa, pois é necessário outro milagre: que os olhos do nosso entendimento sejam aberto para o pleno conhecimento dEle. Que além de Jesus crucificado, há o Jesus exaltado, cabeça do Corpo da Igreja; agora com um Nome acima de todo nome. Assentado à destra da majestade nas alturas com todo o poder nos céus e na terra.

Se a nossa visão for só a primeira, de Jesus apenas como o nosso Salvador, nossa visão ainda será muito pequena e embaçada. Todos nós precisamos desses dois milagres do Senhor: vê-lo crucificado, e que Ele habita em nós, mas também dEle exaltado, porque nos mostra o caminho novo e vivo que Ele inaugurou para nós, até a glorificação.

Diseņo descargado desde plantillas web gratis y profesionales.