O propósito das parábolas

O Senhor disse, citando o salmista, que abriria a sua boca em parábolas, e declararia coisas ocultas desde a fundação do mundo (Mat. 13:34-35).Este é, sem dúvida, o objetivo primordial e fundamental das parábolas: revelar de maneira simples uma verdade espiritual profunda e difícil de explicar.

A parábola é um método pedagógico que o Senhor utilizou maravilhosamente. O amor do Pai, o propósito de Deus, o fim dos justos e injustos, os efeitos do evangelho, etc., todos estes e outros muitos temas foram iluminados por meio delas. Mas chegou o dia em que os judeus começaram a rejeitar o Senhor, e a procurar como lhe pegar em alguma palavra. Então, o propósito das parábolas mudou.

"Por que lhes falas por parábolas?", perguntaram-lhe os seus discípulos nesse tempo. E Ele respondeu: "Porque a vós é dado saber os mistérios do reino dos céus; mas a eles não é dado". Coisa estranha é esta! “Não lhes é dado”. Como é que Deus esconde a sua verdade?

O homem que ama a mentira com conhecimento dela, exclui-se voluntariamente da verdade. Fecha o caminho para que a luz de Deus resplandeça em seu coração. Então, Deus lhe deixa em sua porfia, abandonado à vaidade dos seus pensamentos. As parábolas não só explicam e esclarecem, também obscurecem e escondem a verdade dos olhos cegados dos ímpios.

Todos os homens têm, em algum momento de sua vida, uma visitação de Deus que lhes permite conhecer a verdade. Talvez seja só um lampejo de luz, mas será suficientemente claro para permitir uma virada para a verdade de Deus. No entanto, rejeitada a luz, as trevas podem capturar rapidamente a alma, para convertê-la em um terreno baldio.

O que as parábolas realizam em ti? Te iluminam ou te deixam tão obscuro como antes? OH, talvez seja esse o sinal que Deus te envia para que saiba que está em perigo, e se volte para Ele!

Diseņo descargado desde plantillas web gratis y profesionales.