A fé, o ouvir e a Palavra

No Novo Testamento, tudo o que Deus tem para o homem se recebe por fé. A fé é, portanto, a chave de toda a experiência cristã – e a antecede. Mas, como se obtém a fé?

Em um breve versículo de Romanos 10 está a singela resposta: "Assim que a fé é pelo ouvir, e o ouvir, pela palavra de Deus" (v. 17). Aqui temos dois elementos que desencadeiam a fé – não um, mas sim dois: o ouvir, e a Palavra de Deus (ou "de Cristo").

Aqui nos diz que o ouvir é o que antecede imediatamente a fé. Que classe de "ouvir" é este? Não é o ouvir cotidiano, com que escutamos o que acontece ao nosso redor. Os ouvidos dos homens devem ser abertos para poder receber fé.

A Bíblia diz que certa vez o apóstolo Paulo estava em Filipos. Ali ocorreu algo singular: "No sábado... falávamos às mulheres que se haviam reunidas. Então uma mulher chamada Lídia... estava ouvindo; e o Senhor abriu o coração dela para que estivesse atenta ao que Paulo dizia. E quando foi batizada..." (Atos 16:13-15a). Esta mulher, Lídia, recebeu a graça de poder ouvir da maneira que produz fé.

Falando com os Tessalonicenses, Paulo lhes recorda como eles receberam a Palavra pela primeira vez: "Pelo qual também nós sem cessar damos graças a Deus, de que quando receberam a palavra de Deus que ouviram de nós, receberam-na não como palavra de homens, mas sim conforme é na verdade, a palavra de Deus, a qual atua em vós os que crêem" (1ª Tess. 2:13). Aqui temos outra chave para a fé: A palavra de Paulo foi recebida como palavra de Deus, não como de homem. Isso permitiu que essa palavra atuasse neles. Sem dúvida, eles também receberam esta graça de ouvir.

Muitos podem ouvir uma pregação da Palavra de Deus, mas nem todos talvez recebam a graça de ouvir de maneira que seu coração se encha de fé. Este ouvir é provocado pela Palavra de Deus. Quando a Palavra vem, o ouvido desperta, e então se produz a fé no coração para crer que não é palavra de homem, mas sim de Deus. Quanto necessitamos da graça de Deus, para ter a atitude de Lídia, e a dos Tessalonicenses!

Os que alguma vez pregaram a Palavra de Deus sabem quão perceptíveis é esta operação de Deus no coração dos ouvintes. Pode-se perceber claramente quando alguém está recebendo esta graça de ouvir. Seu olhar, seu rosto, tudo revela esta bendita obra da graça de Deus.

Tudo provém de Deus. A fé, diz Paulo em outro lugar, é um dom de Deus (Ef. 2:8). De acordo a Atos 16:14, podemos dizer que ainda o ouvir é um dom de Deus, tal como a graça dada aos Tessalonicenses. Tudo começa e tudo encerra em Deus. Para que em tudo ele seja glorificado, e para que o que se gloria, glorie-se em Deus.

Design downloaded from free website templates.