Jesus: a nossa ressurreição dentre os mortos

"Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo" (1ª Cor. 15.22).

Toda a criação de Deus se resume em dois homens: Adão e Jesus. Adão é o primeiro homem, porque primeiro teria que vir o natural. Jesus é o segundo homem que completa a criação, e que é espiritual (1ª Cor. 15.46-47). O propósito bendito de Deus na criação do homem era não fazê-lo apenas uma criatura, mas filhos à imagem e semelhança de Seu Filho Jesus (Rom. 8.29).

Mas toda a raça humana, através do primeiro homem Adão, caiu em transgressão juntamente com ele. Adão recebeu de Deus a sentença de morte por causa da sua desobediência. A morte de Adão não foi física, e sim da destituição da glória de Deus, a separação da Sua Vida: "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus... Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração" (Rom. 3.23; Ef. 4.18).

Por Adão entrou o pecado no mundo e pelo pecado a morte, assim a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram (Rom. 5.12). Em Adão, todos nós, sem exceção morremos. Todos estão mortos em delitos e pecados e sem Jesus Cristo estão destinados à segunda morte: "O que vencer não receberá o dano da segunda morte" (Ap. 2.11).

Todo homem está morto em Adão. Agora, o evangelho traz como revelação a nossa ressurreição em Jesus. Isso é o que foi pregado pelos apóstolos, e hoje é anunciado a todos os pecadores: "E, estando eles falando ao povo, sobrevieram os sacerdotes, e o capitão do templo, e os saduceus, doendo-se muito de que ensinassem o povo, e anunciassem em Jesus a ressurreição dentre os mortos. E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça" (Atos 4.1-2 e 33).

Em Adão todos morrem, estão todos mortos; mas em Cristo todos serão vivificados. Jesus é a vida: "Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada" (1ª João 1.2). Jesus, naquela cruz, aniquilou aquele que tinha o império da morte (Heb. 2.14-15).

Esse é o testemunho de Deus para os homens: "E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida" (1ª João 5.11-12). Quem não tem o Filho de Deus tem a morte, ainda está no primeiro homem.

A sentença de morte foi dada a toda a humanidade em Adão, mas a ressurreição dos mortos nos foi dada por Deus em Cristo: "Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem" (1ª Cor. 15.21).

Estávamos mortos em Adão, mas pela fé encontramos a nossa ressurreição dentre os mortos em Jesus. Diz-nos Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?" (João 11.25-26).

Design downloaded from free website templates.