Ninrode e Babilônia

No capítulo 10 de Gênesis aparece um personagem de importância histórica e simbólica, o primeiro 'grande' da terra: Ninrode. O significado da palavra 'Ninrode' tem a ver com 'marad', 'rebelar'. Ninrode chegou a ser o primeiro grande rebelde, "o primeiro poderoso na terra". A palavra poderoso ('gibbor' em hebreu) indica violência, poder tirânico, o qual sugere que Ninrode se converteu em um déspota.

O poder político de Ninrode se estendeu por várias cidades de grande importância, mas a mais significativa é Babel. Ninrode foi o ideólogo e fundador de Babel. 'Babel' significa, em idioma babilônico, 'a porta de deus', e em hebreu, 'confusão´. Isto sugere que Ninrode queria apresentar-se diante das pessoas como se fora um deus. De fato, na sua morte, foi levado aos altares pagãos como Marduque (ou Merodaque), junto a sua esposa, Semiramis, e seu filho, Tamuz. Este trio de deuses (o pai, a mulher e o menino) passou posteriormente a todas as culturas, onde adquiriu características e nomes distintos.

Babel foi edificada em uma planície, na extensa planície que existe ao sul da Mesopotâmia. Como na Mesopotâmia a pedra é escassa, construíram com tijolos (feito de argila cozida, endurecida). Com este material levantaram Babel.

Os homens queriam alcançar dois objetivos: Fazer um nome, e chegar ao céu. Encheram-se de ambição de poder, de orgulho e rebeldia. Mas Deus desceu para ver o que estavam fazendo, e confundiu as suas línguas. Isto foi o juízo de Deus, que indica que Deus não estava naquilo, nem podia estar de acordo.

Babel é o começo da Babilônia, e como tal, representa o verdadeiro caráter, objeto e resultado de todas as associações e religiões humanas. É o protótipo de todas elas. E Ninrode está em sua origem e depois em seus altares. Babilônia é um nome muito conhecido, e de uma influência muito notória nas Escrituras. Do capítulo 10 de Gênesis e até o capítulo 18 de Apocalipse, Babilônia sempre é identificada com as forças que se opõem a Deus, à obra de Deus, e ao testemunho dos servos de Deus. Todas as religiões humanas tiveram a sua origem ali.

Cada vez que Deus levanta um testemunho sobre a terra, Satanás tem uma Babilônia para danificar esse testemunho. No Antigo Testamento, Babilônia se opõe a Israel; no Novo, Babilônia se opõe à Igreja. Ninrode segue existindo, não só na história de Babel e nos altares religiosos. Também segue existindo solapadamente no coração dos homens que desejam fazer um nome e que desejam alcançar o céu por sua própria criatividade.

No entanto, Deus não pode ser alcançado pelas obras humanas, somente pela fé no Filho de Deus. Tal como ocorreu com a aventura de Ninrode e Babel, todas as demais aventuras deste tipo fracassarão igualmente.

Deus, que recebe os humildes, sempre resiste aos soberbos e prepotentes. Os Ninrodes não têm nenhuma possibilidade de ser recebidos por Deus. Tampouco Babilônia.

Design downloaded from free website templates.