Aprovados diante de Deus

"Se fazendo o bem sofreis, e o suportais, isto certamente é aprovado diante de Deus. Pois para isto fostes chamados; porque também Cristo padeceu por nós, deixando-nos exemplo, para que sigais as suas pisadas" (1ª Pedro 2:20-21).

Sofrimentos... Provas... Tentações... Disciplina. O caminhar de um cristão não é fácil. Depois da sua conversão a Cristo, e o gozo da sua salvação, abre-se diante do crente uma vereda balizada de aflições, provas, disciplinas e até tentações. E se espera dele que saia de forma honrosa em cada uma destas circunstâncias.

Parece que esta é expectativa desanimadora. No entanto, Deus nos permite passar através de todas estas vicissitudes a fim de que sejamos aprovados diante dele – aprovados em Cristo. Deus quer nos equipar para viver uma vida vitoriosa, não só no final de nossa carreira, mas também aqui e agora – cada dia.

Somos salvos pela obra perfeita de nosso Senhor Jesus Cristo. A nossa salvação é real, sem dúvida alguma. O Senhor Jesus padeceu por nós, não só ao morrer na cruz, mas também viveu uma vida de negação de si mesmo e de sujeição ao Pai durante toda a sua estadia na terra. Negou sempre à vida de sua alma; por isso Deus o Pai se manifestava claramente através dele. Hoje podemos vencer e sermos aprovados por Deus, da mesma forma em que o Senhor Jesus foi. Para vencer a tentação, vencer o pecado, suportar as provações e obter proveito da disciplina do Senhor, precisamos participar da morte de Cristo.

Viver uma vida aprovada por Deus implica sofrer penalidades. Este é o significado atual da cruz de Cristo para nós. Para sermos aprovados, precisamos experimentar em nós tudo o que é de Cristo. Primeiro –e inevitavelmente– a sua morte. Temos que viver toda a experiência de Cristo para vencer o pecado, o mundo, a morte, o diabo, antes de chegar à ressurreição. No entanto, temos esperança: depois da morte, há ressurreição. Gloria a Deus por isto!

"Sede, pois, vós perfeitos, como o vosso Pai que está nos céus é perfeito" (Mt. 5:48). No sermão do monte, o Senhor anuncia as bem-aventuranças, e em seguida fala sobre a perfeição a que deve aspirar um discípulo. Todas as características ali mencionadas apontam para o caráter de Cristo, às virtudes de Cristo. Seguir as pisadas de Cristo, "...não para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações" (1ª Tes. 2:4).

Por meio das aflições, Deus prova os nossos corações. Se Cristo realmente habita em nós, ele vencerá em nós, e manifestará em nós a Sua perfeição, na santa e piedosa maneira de viver.

O Senhor quer nos aprovar. Não tenhamos temor nas provações, mas encomendemo-nos ao que pode nos guardar. Podemos ser luminares, homens e mulheres que reflitam a Cristo. Tais servos aprovados buscam a Deus para a sua obra. O Senhor nos permita ter a experiência de Lázaro –experimentar a morte–, para experimentar a Sua vida de ressurreição hoje.

Design downloaded from free website templates.