O selo de Deus

"Nele (Cristo) também vós, tendo ouvido a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, e tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa, que é o penhor da nossa herança até a possessão adquirida, para louvor da sua glória" (Ef. 1:13-14).

O selo do Espírito Santo no crente representa:

a) Garantia da possessão: Como uma marca indestrutível, o Espírito Santo assinala que o nosso coração pertence a Deus, não importando a nossa condição anterior, nem a nossa condição presente. "Mas o fundamento de Deus permanece firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus…" (2ª Tim. 2:19). O fato de sermos possessão de Deus significa que ele deverá buscar o que lhe pertence. O Senhor Jesus Cristo tem hoje sobre a terra uma herança preciosa que o Pai lhe deu; se esquecerá dela? Jamais.

b) Aval de segurança. O selo de Deus assegura o nosso coração. Nenhum que foi selado por Deus poderá se perder. "As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e me seguem, e eu lhes dou a vida eterna; e jamais perecerão, nem ninguém as arrebatará da minha mão" (Jo. 10:27-28; ver Ap. 9:4). Não importa qual seja o estado presente de um crente, a verdade não muda, e a sua realidade espiritual é segura, ele é um Filho de Deus, portanto, pertence a Deus. "Quem condenará os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? Cristo é quem morreu; antes, que também ressuscitou, que, além disso, está à mão direita de Deus, e que também intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? Tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?… Estou seguro de que nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem nenhuma outra coisa criada poderá nos separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor" (Rom. 8:33-35, 38-39).

c) Certificado de que algo é genuíno. Quais são os verdadeiros filhos de Deus? Os que assinam tal ou qual doutrina, os que possuem um grande cabedal de conhecimento bíblico? Não necessariamente; o que distingue os filhos de Deus é ter o selo do Espírito Santo. O selo do Espírito de Deus significa que Deus diz: "Este filho é meu; reconheço-o; foi gerado por mim; tem os meus genes, a minha própria natureza". Embora isto pareça muito grande, e quase uma heresia, a Escritura nos diz que Deus nos tem feito partícipes da sua natureza (2ª Ped. 1:4). Ninguém chega a ser filho de Deus, a não ser pelo milagre do novo nascimento, e isto, pelo Espírito Santo. Não basta ser criatura de Deus para ser um filho de Deus. Todos os homens são criaturas de Deus, mas só são filhos aqueles que foram gerados pelo Espírito Santo quando receberam a Cristo em seu coração.

d) Outorgado de um "adiantamento". Nos manuscritos antigos a palavra 'arrabom' (penhor) refere-se freqüentemente a certa quantidade de dinheiro dado adiantado ao comprar um animal ou até uma esposa. Assim, o Espírito é um sinal ou garantia da glória que vamos receber no futuro. Hoje temos uma parte do tudo, amanhã teremos o tudo completo. A glória de hoje, embora seja maravilhosa, será multiplicada amanhã na glória de Cristo.

De tudo isto nos fala o selo de Deus, que é o Espírito Santo.

Design downloaded from free website templates.