Primeiramente ao Senhor

"...mas a si mesmos se deram primeiramente ao SENHOR, e depois a nós, pela vontade de Deus" (2ª Cor. 8.5).

A cada dia podemos notar um trabalhar do Espírito convertendo-nos de nossa infidelidade, ignorância e incredulidade para o caminho do Senhor: Cristo. "E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda" (Is. 30.21).

Ouvimos muitas vezes que devemos servir. Servir aos irmãos, servir ao próximo, mas o Senhor nos ensina algo importante nesta tarefa. Primeiramente nos darmos, servirmos ao Senhor, depois aos irmãos e ao próximo pela vontade de Deus. Aquele que primeiramente não se deu ao Senhor servirá por interesse, o fará para a sua própria glória.

A Igreja para com o Senhor tem a mesma posição. Parece que é comum entre nós. Temos a impressão que o Senhor é que nos serve. Sentamos-nos e esperamos que Ele nos sirva em nossos desejos, em nossas necessidades, e ambições. Quando nos reunimos, temos a mesma posição: esperamos do alto uma palavra, uma cura, uma benção. Não é assim que nos ensina o Senhor. O Senhor deseja que primeiramente seja servido pela Sua Igreja, depois nos sentemos para comer: "Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo" (Ap. 3.20). Primeiro Ele vem cear conosco, e depois nós com Ele.

Quando nos reunimos, estamos em torno da mesa do Senhor, mas antes de participarmos dessa mesa, é necessário primeiramente servirmos ao Senhor. O Senhor é o nosso pão, mas nós também –sua Igreja– somos pão para o Senhor. Nos alimentamos dEle, mas Ele também se alimenta de nós: "Porque nós, sendo muitos, somos um só pão e um só corpo, porque todos participamos do mesmo pão" (1ª Cor. 10.17).

Em Atos 13.1-2 o Senhor nos ensina pela sua Palavra, que a igreja em Antioquia compreendeu isto claramente. Primeiro serviam ao Senhor: "E na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé e Simeão chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado".

Em João 12.1-2 também podemos ver bem claramente esta ordem. Na Igreja há os que servem o Senhor, aqueles que se assentam à mesa com Ele, e os que quebram o seu vaso para derramar diante dEle o seu alabastro. Primeiramente ao Senhor, depois a nós pela vontade de Deus. Atentemos diligentemente para esta ordem, pois este é o ensino do Espírito para que Cristo seja glorificado.

Design downloaded from free website templates.