Segredos da oração pessoal

Do coração. "Deve aprender a orar de seu próprio coração e não de sua cabeça. A mente de um homem é tão limitada em sua operação, que só pode enfocar-se sobre um objeto de cada vez, mas a oração que sai do coração não pode ser interrompida pela razão".

Mais fácil que respirar. "Precisamos conhecer como procurar Deus, e isto é mais fácil e mais natural que respirar. Por meio da oração podes viver na presença de Deus com tão pouco esforço, como vives com o ar que agora estás respirando".

A atitude correta. "Derrama o desejo de seu coração diante do Pai, e espera em silêncio diante dele. Sempre deixe um tempo em silêncio ao orar, caso o Pai celestial queira te revelar sua vontade. Venha ao Pai como um filho indefeso, ferido por diversas quedas, destituído da fortaleza para permanecer em pé, ou do poder para te limpar a ti mesmo".

Sem repetições. "Não carregue a ti mesmo com repetição freqüente de formas já feitas ou orações estudadas. É muito melhor ser totalmente conduzido pelo Espírito Santo".

Seca. "Não seja impaciente em seus momentos de seca, espera com paciência a Deus; ao fazer isto, sua vida de oração aumentará e será renovada. Em abandono e contentamento aprenda a esperar a volta de seu Amado".

Entrega. "Uma fé grande produz uma grande entrega. A entrega significa despojar-se de todos os desejos ou preocupações egoístas, com o objetivo de estar totalmente a sua divina disposição. Deve entregar tanto as coisas externas como as internas. Esqueças de ti mesmo; só pense nele. Ao fazê-lo, seu coração permanecerá livre e em paz".

O lactante. "Quando um menino bebe leite de sua mãe, começa movendo sua pequena boca e seus lábios; mas uma vez que seu alimento começa a fluir com abundância, fica quieto tragando sem nenhum esforço. Quem poderia crer que suavemente e sem esforço podemos receber nosso alimento como um bebê recebe seu leite? Entretanto, quanto mais em paz fica um menino, mais alimento recebe. É assim como seu espírito deveria estar na oração, aprazível, relachado e sem esforço".

Indignidade. "Tome cuidado de não deixar que sua mente se detenha muito em sua fraqueza e em seu imerecimento. Estes sentimentos excessivos surgem de uma raiz de orgulho, e de um amor a nossa própria excelência".

Jovens. "Ensina aos jovens a orar, não mediante raciocínio ou método, mas sim por meio da oração que sai do coração, a oração que sai do Espírito de Deus, ao invés do invento do homem. Guiá-los a orar em formas pré-elaboradas criará enormes obstáculos; ao esforçar-te em ensinar-lhes a linguagem refinada da oração, os terá extraviado. E vocês, meninos, falem com seu Pai celestial em sua linguagem natural. Embora seja simples para ti, não o é para ele. Um pai se agrada mais de que lhe falem com amor e respeito, porque vem do coração, ao invés de palavras elaboradas secas e estéreis". Madame Guyon (1648-1717).

Design downloaded from free website templates.